Comparamos taxas e outras condições para comprovar os benefícios.

 

Com capital de giro, sua empresa pode pagar fornecedores, fazer a manutenção de estoque, antecipar 13º e férias de colaboradores, cumprir com obrigações legais, arcar com salários e demais custos operacionais, entre outros. Só que, com o capital de giro cooperativo, além de tudo isso, você tem ainda mais vantagens.

As cooperativas financeiras – você já deve saber – são instituições que oferecem produtos e serviços similares aos de bancos comuns, como contas PF e PJ, poupança, linhas de crédito, investimentos, seguros, etc.

Só que, sendo integrantes do modelo cooperativista, essas instituições têm sua atuação orientada por princípios mais justos e humanos. São formadas e mantidas pelos próprios associados, geridas de forma democrática e com mais retorno para todos. Além do que, as cooperativas não têm fins lucrativos, visando, sim, ao benefício de todos os associados e da comunidade, por meio do desempenho de suas atividades.

Quer entender que diferenças isso traz, na prática, para os produtos cooperativos, como o crédito empresarial para capital de giro? Acompanhe:

Taxas mais baratas

Como as cooperativas não visam ao lucro, essas instituições já são reconhecidas no mercado (inclusive pelo próprio Banco Central – BC) pela cobrança de taxas e juros bem menores do que os praticadas por bancos comuns.

Com o capital de giro cooperativo não é diferente. Em cooperativas financeiras, as taxas cobradas por essa modalidade de crédito são comprovadamente menores. Basta observar a lista disponibilizada no site do BC, atualizada constantemente.

Segundo a plataforma, entre os dias 24 e 30/11 de 2020, por exemplo, ao comparar as taxas de juros da modalidade capital de giro com prazo superior a 365 dias cobradas por uma instituição cooperativista e por outros 4 grandes bancos, vemos que:

  • Bancoob – 0,69% a.m. e 8,58% a.a.
  • Banco 1 – 0,84% a.m. e 10,49% a.a.
  • Banco 2 – 1,03% a.m. e 13,04% a.a.
  • Banco 3 – 1,05% a.m. e 13,31% a.a.
  • Banco 4 – 1,23% a.m. e 15,73% a.a.

Vale esclarecer que o Bancoob – Banco Cooperativo do Brasil – é parte integrante do maior sistema de cooperativas financeiras brasileiro, o Sicoob.

Mais facilidade na obtenção

Para ter acesso à maioria das operações de uma cooperativa e a mais vantagens, é preciso associar-se à instituição escolhida. Em uma cooperativa financeira, o processo funciona de forma semelhante à abertura de conta em um banco comum, com o diferencial de que é preciso também integrar sua(s) cota(s)-parte, para associar-se oficialmente à instituição.

Só que a vantagem está justamente aí, já que, você passa a ser não apenas um cliente da cooperativa, mas um associado, um cooperado, com direito a participar das decisões da instituição por meio do voto igualitário, com direito a pedir esclarecimentos e muito mais.

Inclusive, como associado, a facilidade na obtenção do capital de giro cooperativo e de outras linhas de crédito é muito maior.

Uma das pesquisas mais recentes que confirma esse fato foi realizada pelo Sebrae e pela FGV entre abril e maio de 2020, comprovando que aumentou o número de empresários que buscaram por empréstimos durante a pandemia e que as cooperativas financeiras foram as maiores concessoras de crédito no período.

Sobras compartilhadas

Outra vantagem de associar-se a uma cooperativa é ter participação econômica na instituição. Claro que é válido checar o histórico da cooperativa antes de se associar e ler o Estatuto Social da instituição, buscando por uma entidade que demonstre credibilidade e bons resultados.

Afinal, quando uma cooperativa tem resultados positivos, esse rendimento não é repartido somente entre um pequeno grupo (como no caso dos lucros bancários), mas sim distribuído entre todos os associados, conforme suas participações nas operações da instituição.

Ou seja, quando você se associa a uma cooperativa, você já tem direito a receber sobras em caso de resultados positivos. Se você decidir, então, aumentar sua participação nas operações da cooperativa, solicitando, por exemplo, o capital de giro cooperativo, você pode receber uma porcentagem ainda maior dessas sobras.

No final das contas, esse ganho extra pode até ajudar a quitar uma parte do crédito solicitado ou a movimentar ainda mais a sua empresa.

Antecipações e outras vantagens

Entre janeiro e agosto de 2020, o Sicoob SC/RS liberou a antecipação de mais de R$ 291 milhões, para seus cooperados Pessoa Jurídica e estabelecimentos com Sipag utilizarem como capital de giro.

Tal informação, divulgada em outubro pela central sulista do sistema líder em cooperativismo financeiro no país, é outro exemplo claro da facilidade de obtenção do capital de giro cooperativo.

Além disso, pelo montante anunciado, é possível ter melhor noção do poder de concessão de crédito dessas instituições e do seu alcance cada vez maior.

A menção feita à maquininha de cartões cooperativa – a Sipag – ainda faz referência a outras vantagens para quem está considerando abrir uma conta PJ em uma cooperativa financeira.

Como exemplo, o mencionado Sicoob – além de contas, crédito, investimentos, consórcios, seguros e serviços – oferece aos empresários cooperados opções exclusivas como a Sipag e a Sipaguinha (versão POO), o Sicoobcard Empresarial e o  Coopcerto (pré-pago), além, é claro, de todas as vantagens advindas do próprio modelo cooperativista.

Quer entender melhor como funciona uma cooperativa financeira e quais as vantagens de fazer parte de uma instituição assim? Baixe grátis o novo e-book O Cooperativismo Financeiro é para você.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.

Fonte: O Seu Dinheiro Vale Mais

 

Blog Sicoob Credpit

Postado por Blog Sicoob Credpit

Este blog é um canal de comunicação oficial do Sicoob Credpit - www.sicoobcredpit.com.br

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *