Infelizmente, nem todo mundo consegue manter uma boa organização financeira desde o começo da vida adulta. A educação sobre como devemos gerenciar nosso dinheiro pode tardar a chegar, carregando junto alguns problemas decorrentes da falta de conhecimento sobre o assunto.No entanto, quando se trata de cuidar das finanças, nunca é tarde para aprender novas técnicas, métodos e práticas que possam fazer com que os nossos rendimentos contribuam para maiores conquistas. Por isso, separamos algumas sugestões imperdíveis para você. Quer conferir? Então, olha só!

Por que é importante ter uma boa organização financeira?

Basicamente, a sua organização financeira pessoal é o que garante que você possa fazer tudo o que deseja com o seu dinheiro. Sem ela, vivemos correndo atrás da ideia de que nunca temos dinheiro suficiente — quando, na verdade, só não conseguimos administrá-lo tão bem assim.

Por outro lado, quando você mantém sua vida financeira organizada consegue alcançar grandes feitos, como:

  • planejar compras grandes com parcelamentos conscientes;
  • adquirir bens de maior valor, como imóveis ou veículos;
  • investir em você e no seu conhecimento;
  • vivenciar experiências que exigem reserva de dinheiro para isso;
  • envelhecer com tranquilidade quanto às suas finanças.

Quais são os passos para a organização financeira?

A verdade é que todo mundo quer ter uma vida financeira organizada. Mas, afinal, você sabe como fazer isso? Se não, pode ficar tranquilo, porque a seguir damos algumas dicas simples para isso. Confira!

Defina seus gastos

O primeiro passo é delimitar um valor aceitável para os seus gastos e começar a respeitá-lo. Para isso, sugerimos que você some todas as suas fontes de receita — e do seu grupo familiar, se for o caso. Depois, faça uma distribuição dessa renda em:

  • 50% para contas de necessidade fixa da família como alimentação, moradia, água, luz, farmácia etc.;
  • 30% para usar com gastos à vista, como cinema, shows, jantares, viagens e passeios;
  • 20% para investimentos no futuro, como educação, aplicações financeiras e reserva de emergência.

Tenha objetivos financeiros

Também é muito importante que você defina alguns objetivos financeiros. Pense em onde você quer estar daqui um ano ou o que você quer adquirir no próximo semestre. Se a ideia for comprar seu carro, determine um valor como objetivo para dar de entrada e comece a economizar para isso. Se quiser viajar, levante os custos que você vai ter e comece a “pagar” a viagem para si mesmo desde agora.

Use ferramentas a seu favor

Outra dica muito bacana é que existe uma série de ferramentas à disposição que podem ajudar na sua organização financeira. São diversas planilhas, aplicativos e até softwares de gestão financeira que podem ser muito úteis.

Como organizar as contas da sua casa?

Por fim, não se esqueça que se você quer garantir a organização das suas finanças será preciso alinhar isso com o restante da família. Então, o primeiro passo é sentar e conversar sobre as coisas que vocês podem conquistar juntos quando isso acontecer, como comprar um carro para o uso de todos ou viajar.

Além disso, é fundamental que todos assumam compromissos financeiros em comum, como economizar água e luz em casa ou evitar o desperdício de alimentos, por exemplo. Nas finanças pessoais, cada um pode fazer sua própria reserva de emergência para não precisar recorrer ao apoio do orçamento da casa.

Com as dicas que você acabou de conferir, com certeza será mais fácil alcançar a sua organização financeira. Só não esqueça que será preciso ter paciência e disciplina para construir os seus planos e transformá-los em realidade.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite e compartilhe com outras pessoas que possam precisar destas dicas!

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.

Fonte: O Seu Dinheiro Vale Mais

 

Avatar photo

Postado por Blog Sicoob Credpit

Este blog é um canal de comunicação oficial do Sicoob Credpit - www.sicoobcredpit.com.br