7 aposentados dão o exemplo de como aproveitar a fase com toda tranquilidade.

 

Quanto você gostaria de ganhar daqui a 10, 20 ou 30 anos? Começar a pensar sobre isso com antecedência pode garantir uma aposentadoria muito mais tranquila, como comprovam os depoimentos de quem já está na melhor idade e assegurou uma renda extra para poder aproveitar a vida como deseja.

Investir em um plano de previdência privada costuma ser a forma mais adequada para isso, já que essa aplicação é específica para a aposentadoria, contando com diferentes modelos de remuneração e também com a possibilidade de planejamento sucessório.

Mas é importante ficar atento às taxas e à tributação sobre cada plano. É por isso que os planos de previdência fechados (também chamados de fundos de pensão), como os corporativos, costumam ser mais vantajosos, já que não possuem incentivos fiscais e não têm fins lucrativos.

Se sua empresa não oferece um plano assim, uma boa alternativa é associar-se a uma cooperativa financeira que disponibilize essa opção, como é o caso do Sicoob Previ, o plano dos associados ao maior sistema de cooperativas financeiras do Brasil, o Sicoob. Neste caso, você ainda conta com vantagens próprias do cooperativismo, como as taxas menores do que as de bancos comuns e a participação nas decisões e nas sobras da instituição.

Agora, quer entender na prática por que vale a pena fazer um plano como esses? Conheça as histórias de 7 aposentados que aproveitam a fase de diferentes formas e comprovam essa ideia:

1 – Jorge Antônio Martins: tempo para a família

Para o catarinense Jorge Antônio Martins, “a grande pressa quando se aposenta é a perda salarial, porque essa perda salarial é grande”. Mas ele conta também que já faz anos que tinha certeza de que seu plano de previdência privada ia lhe dar o sustento financeiro que faria falta na aposentadoria.

Segundo Jorge, na época em que trabalhava, ele passava a maior parte da semana longe de casa, na capital catarinense, enquanto sua família ficava em Itajaí, onde vivem.

Agora, sua prioridade é curtir e cuidar da família. “Minha rotina tem sido fazer as tarefas de casa, ajudar minha mulher, ajudar meus filhos – que eu tenho dois filhos que já são casados e tenho outro que mora conosco – e cuidar da minha mãe”, comenta Jorge satisfeito.

2 – Renilda Frey, a aventureira

Aposentada desde que tinha 60 anos, aos 68, a gaúcha Renilda Frey ficou viúva. Para não se deixar abater pelo luto, juntou-se a um grupo de aposentados da sua região que se encontravam regularmente para a prática de esportes. Com o tempo, o grupo também começou a fazer excursões por diferentes partes do país.

Incentivada pela neta que é dona de uma empresa de ecoturismo, em um desses passeios, já aos 79 anos, Renilda começou a fazer rapel e, desde então, a aposentada aventureira tem seguido com a prática.

3 – Eloir Batista, o esportista

Assim como Renilda, Eloir Batista acredita que, além de serem um ótimo passatempo, as atividades esportivas ajudam a garantir o bem-estar – físico, mental e até social – e são fundamentais para que a terceira idade possa ser realmente a melhor idade.

Por isso, desde que se aposentou, em março de 2017, Eloir tem investido na prática de esportes. “Estou caminhando, correndo e fazendo ciclismo cinco vezes por semana”, revelou Eloir.

“Agora, também posso viajar e ver mais os parentes”, acrescenta o aposentado, que também garantiu os seus recursos e a sua tranquilidade por meio de um plano fechado de previdência privada.

LEIA TAMBÉM: 5 razões pra começar já sua Previdência Privada

4 – Nilsa Dresch: um pouco de tudo

Para Nilsa Dresch, a aposentadoria está sendo a oportunidade para fazer um pouco de tudo. “Estou viajando, lendo muitos livros, fazendo aulas de dança de salão, terapia e até curso de culinária, que nem pensava fazer na ativa”, conta Nilsa.

A aposentada também revela que tem feito novas amizades e que tem planos de cursar um mestrado na área de finanças ou economia.

5 – Carla Boscaro, a viajante

Com as economias para sua aposentadoria garantidas durante anos por meio de um fundo de pensão, Carla Boscaro decidiu aproveitar o tempo extra para viajar.

Ela conta que, em seus 22 anos de aposentada, já conheceu várias partes do mundo e foi registrando cada uma delas com sua visão especial, pois, além das viagens, adquiriu na aposentadoria outro hobby, o da fotografia. Fez até um curso sobre o assunto.

Uma das viagens marcantes para Carla foi um cruzeiro que fez, em dezembro de 2017, em comemoração a seu aniversário, passando por belas cidades do Brasil, do Uruguai e da Argentina.

LEIA TAMBÉM: Quanto devo guardar para me aposentar?

6 – Helena Monti, a artista

Além de descobrir novas oportunidades, na melhor idade, também é possível descobrir novas habilidades.

Esse é o caso da paranaense Helena Monti, que aproveitou a aposentadoria para aprender a fazer mosaicos, participou de cursos e começou a produzir suas próprias peças. Atualmente, Helena já tem até algumas obras expostas em diferentes sedes da sua antiga empresa.

“Quando estava trabalhando, não tinha tempo e também precisava cuidar dos meus filhos”,comenta Helena sobre o período pré-aposentadoria. Mas a artista também agradece a oportunidade de ter feito um fundo de pensão junto a ex-companhia, o que lhe permite agora dedicar-se a sua nova paixão.

7 – Júlio César Grando e o futebol

Foi um dos colegas do seu grupo de futebol que indicou Júlio César Grando, já em 1978, para entrar na empresa em que trabalhou praticamente toda a sua vida.

Na companhia, além de exercer a função para a qual foi contratado, Júlio também foi eleito como conselheiro do recém-criado fundo de pensão da empresa e começou a apostar nessa ideia. Agora, já aposentado, ele se diz satisfeito com o investimento: “é um complemento que vem na hora que a gente mais precisa”.

Atualmente, Júlio aproveita a tranquilidade oferecida pela renda extra que acumulou para se aposentar e conta que, nesta fase, “você tem muito tempo pra você. Na verdade, você tem tempo para tudo, desde você dormir mais tarde, poder acordar mais tarde, tomar café na hora que você tem vontade, fazer aquele almoço mais elaborado e, claro, jogar futebol. Umas três vezes por semana, eu jogo futebol com os amigos.”

EXTRA: qual é o seu plano?

E você, qual é o seu plano para quando se aposentar? Você quer viajar pelo mundo? Quer cuidar da família? Quer praticar mais esportes? Quer aprender uma nova habilidade? Quer dedicar-se a um hobby?

Você sabe quanto precisa juntar para conseguir realizar cada um dos seus sonhos quando se aposentar? Sabia que você pode usar um simulador para descobrir essa quantia? No Simulador de Renda Futura do Sicoob Previ, por exemplo, você descobre quanto precisa investir e quanto tempo é necessário para atingir seus objetivos.

Acesse já e comece a investir na sua melhor idade com um plano que garanta mais tranquilidade para você aproveitar a vida como desejar.

Gostou do artigo? Tem outras dicas ou comentários a compartilhar? Compartilhando e cooperando, a gente cresce!

Fonte: O Seu Dinheiro Vale Mais

 

Blog Sicoob Credpit

Postado por Blog Sicoob Credpit

Este blog é um canal de comunicação oficial do Sicoob Credpit - www.sicoobcredpit.com.br

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *