Aprenda a não cair em golpes e fazer suas compras em segurança.

 

Os cartões de crédito nunca foram tão populares. Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) revelou que 7 entre cada 10 brasileiros usaram o cartão de crédito pelo menos uma vez nos últimos 12 meses. Os bancos digitais impulsionaram esse número, oferecendo isenção de anuidade e taxas de juros mais baixas.

Com mais gente utilizando os cartões, principalmente agora durante o isolamento social, cresce também o número de golpes envolvendo essa modalidade de pagamento. Para que você não seja a próxima vítima, preparamos algumas dicas que vão te ajudar a usar o cartão de crédito com mais segurança. Confira:

Evite compras em redes sociais

Mesmo as grandes redes, como Facebook e Instagram, que fazem altíssimos investimentos em segurança, não estão 100% livre dos golpistas. Em alguns casos, as publicações são direcionadas para páginas suspeitas e muitas pessoas passam os dados do cartão sem nenhum receio. O risco de ter o cartão clonado nesses ambientes é muito grande. Procure meios para a compra com os quais você possa se sentir mais seguro, como as lojas online que você conhece.

Fique atento ao endereço do site

Os golpistas utilizam a fama dos grandes portais de e-commerce para enganar os desatentos. Eles copiam o nome do site e fazem mudanças sutis, como tirar ou acrescentar uma letra na URL.

Às vezes, até a identidade visual do site original é replicada para que a vítima não desconfie. Confira sempre o nome da página antes de fornecer seu cartão, veja se tem a imagem de um cadeado ao lado da URL, que indica que o link é seguro, e procure não fazer compras por meio de links enviados por terceiros.

Busque referências antes de cada compra

Para avaliar a reputação de um site antes de comprar alguma coisa, consulte os órgãos de defesa do consumidor. O Procon, por exemplo, atualiza com frequência uma lista de sites não confiáveis para compras.

Além disso, consulte portais como o Reclame Aqui e o Consumidor.gov.br para analisar os problemas que outros compradores já tiveram. Por fim, procure ainda referências entre seus amigos e familiares.

Cuidado com as redes públicas de internet

Quando você acessa a internet por uma rede de Wi-Fi aberta, seus dispositivos ficam mais vulneráveis a invasores. Evite qualquer operação sigilosa nessas condições, especialmente as compras com cartão de crédito. Sempre que possível, deixe para fazer suas compras ou transações bancárias em sua rede particular.

Duvide dos telefonemas

Ao fazer compras ou assinar serviços por telefone, é natural que você tenha que passar seus dados particulares. Mas procure fazer isso apenas quando você mesmo tiver entrado em contato com a central de atendimento de uma empresa reconhecida. Quando alguém te ligar pedindo confirmação de dados, a qualquer sinal suspeito, desligue o telefone.

Cuidado com as compras por aproximação

Essa tecnologia ainda não está disponível para todos os cartões de crédito, mas a cobertura está aumentando. Para valores de até R$ 50, as compras por aproximação do cartão da maquininha não exigem senha. Apesar de ser uma transação muito mais rápida, isso também significa que qualquer pessoa que tenha acesso ao seu cartão pode realizar pequenas compras.

Se você usa algum aplicativo para monitorar as operações do seu cartão de crédito, fique atento às notificações de compras que você não fez. Em caso de perda ou roubo, bloqueie seu cartão o mais rápido possível.

Redobre a atenção sobre a sua fatura

Acompanhar os valores lançados na fatura do cartão de crédito é muito mais do que uma tarefa de organização financeira. Para sua própria segurança, confira cada item da sua fatura e procure se recordar se realmente são compras que você mesmo fez. Caso encontre algo do qual você não se recorda, entre em contato com a operadora do seu cartão. Se ficar comprovado que não foi uma compra sua, bloqueie seu cartão imediatamente.

Use o cartão virtual

Várias operadoras e bandeiras de cartão já disponibilizaram os cartões de crédito virtuais para as compras online. Ao usar a função, você tem acesso a um novo número de cartão, com uma nova validade e código de segurança. A compra aparece normalmente na sua fatura, assim como as feitas com o cartão físico.

A vantagem é que, depois de usado, seu cartão virtual pode ser excluído, o que impede a clonagem e outros tipos de golpes relacionados aos cartões de crédito.

Não deixe seus dados salvos

Digitar todas as informações do cartão de crédito a cada compra pode ser trabalhoso, mas ainda é a forma mais segura de fazer uma compra online. Tenha sempre em mente que, se você for vítima de um golpe, a dor de cabeça e o prejuízo serão muito piores que alguns segundos a mais que você leva para inserir novamente os dados. Além disso, não deixe senhas e códigos de segurança anotados em lugares visíveis, como o aplicativo de notas.

Não compartilhe seus dados com terceiros

Parece uma dica óbvia, mas muita gente ainda cai nos golpes por esse motivo. Mesmo que seja alguém de confiança, lembre-se que os dados de seu cartão de crédito estarão com outra pessoa, o que dobra as chances de cair em um golpe.

Agora que você já sabe como comprar na internet de forma segura, pode continuar adquirindo os produtos e serviços que precisa, sem se preocupar com uma dor de cabeça como brinde.

Fonte: Meu Bolso Feliz

 

Blog Sicoob Credpit

Postado por Blog Sicoob Credpit

Este blog é um canal de comunicação oficial do Sicoob Credpit - www.sicoobcredpit.com.br

Envie uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *